Sagrada Ayahuasca

O que é Ayahuasca?

 


 
A ayahuasca é uma mistura de ervas com origem amazônica capaz de induzir estados de consciência alterados. Seus efeitos normalmente duram de 4 a 8 horas após a ingestão.
O chá da ayahuasca que também é conhecido como Daime, é uma bebida psicoativa que foi utilizada pelos incas. Produzida a partir da combinação do cipó-mariri (banisteriopsis caapi) e variadas plantas da Amazônia, em particular a chacrona (psychotria viridis) e a chaliponga (diplopterys cabrerana).
“Estima-se que as comunidades indígenas utilizem bebidas com estas plantas há aproximadamente 5 mil anos.” – Wikipédia
Geralmente a bebida é consumida em maior escalada por tribos indígenas, xamãs ou curandeiros, que tomam a ayahuasca para se comunicar com a natureza, ou para identificar causas de doenças a nível espiritual.
A produção e o consumo da bebida é disseminado pelo mundo todo, em especial nos países ocidentais. A ayahuasca é frequentemente associada a rituais de diferentes grupos sociais e religiosos, além de fazer parte da medicina tradicional das comunidades da Amazônia.
 
Conheça os nomes que é dado ao chá em diferentes regiões e comunidades:
  • Ayahuasca

  • Daime

  • Santo Daime

  • Luz

  • Vegetal

“Antropólogos e adeptos religiosos frequentemente desaprovam o uso do termo “alucinógeno” para descrever a ayahuasca. O termo correto é: “enteógeno” (deus/divindade) ou “gerador da divindade interna”, pois seu uso se dá em contextos ritualísticos específicos.” – contexto científico
O chá da ayahuasca é utilizado tradicionalmente em países como: Estados Unidos, Austrália, Peru, Equador, Colômbia, Bolívia, e principalmente o Brasil em pelo menos 72 diferentes tribos indígenas, isso só na  Amazônia.
Impressionante!

Cientificamente

Uma das propriedades psicoativas da ayahuasca trata-se da presença de uma substância denominada DMT (N,N-dimetiltriptamina), produzido naturalmente no organismo humano. O DMT é metabolizado pelo organismo por meio da enzima (MAO) monoamina oxidase.
 
“Após 18 anos de estudos, o Conselho Nacional de Políticas Sobre Drogas do Brasil retirou a ayahuasca da lista de drogas alucinógenas definitivamente.” – contexto jurídico



 
A ayahuasca induz um estado mental psicodélico, visionário. Seu efeito é usado por várias pessoas, por diversos motivos. Continue lendo e confira suas sensações fisiológicas e cognitivas. 

Fisiológicos

Durante sua ação, a bebida provoca:
  • dilatamento das pupilas;

  • aumento da frequência respiratória;

  • aumento da pressão arterial;

  • aumento das respostas neuroendócrinas para prolactina, cortisol (diminui o estresse) e hormônio do crescimento plasmático.

Estas são ações típicas da DMT, ou de qualquer psicoativo que também atue sobre os devidos receptores, tal como o LSD ou a Psilocina (alcaloide presente nos cogumelos alucinógenos).
Sensações:
  • queda de pressão;

  • súbito frio ou calor;

  • tremores;

  • entre outros.

 
A ocorrência de náuseas, vômitos e diarreias pode estar associada à ação da bebida sobre o suposto receptor. Outros efeitos específicos são o aumento da empatia, a diminuição da fome e uma elevação na capacidade de visão noturna.
Devido à presença da “harminia” no caapi, a ayahuasca tem ação afrodisíaca, provocando um aumento do vigor e do desejo sexual em seus usuários.
A bebida altera a natureza dos sonhos, que podem alterar em conteúdo, modo de apresentação e intensidade, causando um aumento no realismo das sensações oníricas.
Podem ocorrer sensações de liberação dos limites normais de espaço-tempo. Em alguns casos, sob altas doses, podem ocorrer episódios de distorção sonora.
Os usuários de ayahuasca costumam relatar fenômenos parapsíquicos, como a clarividência. Quando tomada em grupo, os usuários relatam experiências telepáticas.
Ao contrário de outras triptaminas (como o LSD e os cogumelos mágicos), os efeitos da ayahuasca não diminuem em intensidade com o uso frequente ou diário.

Cognitivos

Segundo os relatos de usuários, a ayahuasca produz uma ampliação da percepção que faz com que se veja nitidamente a imaginação e acesse níveis psíquicos subconscientes e outras percepções da realidade, estando sempre consciente do que acontece.
Usuários relatam, dentre outras sensações, ter os sentidos expandidos, os processos mentais e as emoções tornarem-se mais profundos.
A experiência vivenciada é a de poder mover-se em muitas dimensões: “o vôo da alma”, uma sensação de partida do espírito do corpo físico, para partir rumo a viagens astrais. Nestas viagens, ocorre a exploração tanto de novos aspectos do mundo ordinário como de “mundos paralelos”, que estariam além da percepção corrente.
O usuário pode experienciar a sensação de ser colocado na situação de espectador externo de seus próprios atos, de tal modo que é chamado a um exame da consciência.
 
A experiência pode em algum ponto revelar:
  • visões notáveis;

  • insights;

  • produzir consequentes experiências de renovação e de renascimento;

  • visões arquetípicas, de animais, plantas e flores;

  • mandalas;

  • cidades;

  • espíritos elementais;

  • cenas que podem ser interpretadas como lembranças de vidas passadas;

  • divindades.

É possível que a experiência induza a lembrança de memórias esquecidas ou muito recuadas no tempo, como aquelas da primeira infância.
Entretanto, também é possível que produza visões de aspectos desagradáveis ou reprimidos do subconsciente, ou de entidades de aspecto perturbador, como demônios.
Abre-se o portal para outras formas de realidade, do acesso ao inconsciente numa perspectiva psicanalítica e da criatividade do ponto de vista da neuropsicologia e da estética.
                                               
Fonte: Céu Luz da Divina União
http://celudiuniaopraticasconscienciais.blogspot.com.br/search/label/AYAHUASCA

156total visits,1visits today