Conhecendo a Rainha, o Cipó e o apuro.

Tipos de Mariri (Cipó):

Tucunacá: Os nós são mais longos. O efeito é de um Mariri mais suave. Após tomar o chá, demora para fazer efeito, e, vem um efeito suave, gostoso, devagar, mas bem profundo, em que se atinge alto grau de entendimento.

Caupuri: Os nós são mais curtos O efeito é de um Mariri mais impactante e rápido. Após tomar o chá o efeito é imediato, pega mesmo, mas, o efeito é o mesmo.

Cabim: Os nós são ainda mais curtos, bem próximos um do outro, e, e é muito bom, o de melhor qualidade.

A coleta do Cipó: Para coletar o Mariri da natureza é necessário estar na força da Ayahauasca, na função e investido do conhecimento, para que com o efeito ele ilumine e possa ser achado na vegetação, ser conhecido com suas características (ele tem uma estrela). Fazer esta coleta sem estar na força é perigoso, pois, o Mariri varia em distância de espaços entre os nós, podendo até mesmo unir-se uns aos outros ocultando os nós, e, pode ser confundido com um outro cipó fatal chamado "Timbó". A colheita do cipó possui um ritual, o coletor precisa estar em paz e na força, começa de cima e vai colhendo até embaixo, podendo usar a raiz também mas não se utilizam as folhas porque deixa a bebida muito amarga e tem pouca seiva.

A Chacrona:

Ela é da família do café. A folha da chacrona possui umas pontinhas em alguns pontos no verso da folha, no formato de pequeninas ferpas próximas á suas veias, que caracterizam a folha. Algumas são mais compridas.

Há muitos tipos de Chacrona, um deles é o tipo Caboclinha, que vive mais à sombra, de modo que ela precisa reter a luz, que, é liberada no feitio, por isso que a Chacrona dá a luz. Quando ela está florida, convém se utilizar a flor, pois, o efeito da flor é de dar sabedoria. Este tipo de chacrona dá um pouco de sensação de frio, porque ativa a glândula pituitária e outros sentidos que geralmente permanecem inativos no corpo, o que requer energia e causa o frio, que é uma defesa do corpo para buscar de volta essa energia. A Ayahuasca abre a polividência, a clarividência, a clariaudiência, a intuição, a telepatia, a premonição e a projeção em corpo astral. Então, são ativados mais sete sentidos além dos habituais, o que requer mais energia para funcionar.

O Feitio:

A colheita e trituração do material é feita em um dia, e, é utilizada uma proporção de 60% de Mariri para 40% Chacrona. O "grau" da Ayahuasca é dado pela evolução da pessoa, pela luz que ela possui, pela iluminação dela mesma, caso contrário não há graduação nem efeito. O preparo é um ritual no qual se deve saber o que fala, estar cônscio, concentrado, em paz, para transmitir essa paz. Deve estar na frequência. Para quebrar o Mariri para soltar mais a seiva bate-se com uma madeira pesada.

É possível fazer a Ayahuasca apenas pelo processo de maceração, sem cozimento, macerando e deixando uma semana curtindo, depois coa, mas, esta forma de preparo o deixa com sabor amargo demais, e, é mais indicado o processo de fervura porque libera mais a seiva do cipó. O início do preparo é feito na força, e todo o processo envolve sucessivas fervuras que duram uma semana, quanto maior o calor maior a liberação dos princípios ativos, de modo que cada 100 litros iniciais reduzem para 20 litros ao final das 4 ou 5 fervuras. Há quem ferva 10 ou 20 vezes, conforme o grau desejado (quantidade de ml necessários para servir em cada dose do ritual).

A dosagem da consagração e o efeito:

Cada pessoa tem uma sensibilidade espiritual, de modo que alguns bebem pouco para obter o efeito e outras precisam de mais, então, aquele que distribui a Ayahuasca deve conhecer a pessoa, sentir para dar a quantidade certa e ideal sem faltar nem exagerar. Iniciada a cerimônia, com sua abertura e cantos, aquele que perceber que precisa beber mais para atingiu a sua busca, pode fazê-lo de acordo com sua necessidade, dentro das primeiras duas horas, depois não mais, pois, o efeito demora para passar e assim o participante não estaria integrado o suficiente para voltar para deixar o local. O princípio ativo da Chacrona é o DMT e diversas outras coisas e o cipó Mariri o Anula, então, o efeito na 3ª dimensão é anulado,mas, na dimensão astral ele funciona (polividência, a clarividência, a clariaudiência, a intuição, a telepatia, a premonição e a projeção em corpo astral) ocorre que ao retornar para a 3ª dimensão trás-se a memória da sua experiência e sua verdade.

310total visits,3visits today